Guia completo:
Tudo sobre
associações de
proteção veicular.

Manter um automóvel pode custar caro. Além das parcelas, caso tenha sido financiado, há gastos diversos com manutenção e impostos. Como se trata de um investimento consideravelmente alto, é de suma importância investir também na proteção do seu veículo.

Quando se fala nesse assunto, a primeira coisa que vem à mente é o alto custo dos seguros auto. No entanto, existe uma excelente opção para aqueles que desejam um serviço mais personalizado, com melhor atendimento e um preço mais atrativo — as associações de proteção veicular. Já ouviu falar nelas?

 

Neste artigo você verá um guia completo com tudo o que você precisa saber sobre o serviço prestado pelas associações de proteção veicular.

 

O que é uma associação proteção veicular?

Basicamente, associações de proteção veicular são um grupo de pessoas que se unem e geram um fundo financeiro para ser usado quando o veículo de um associado precisar de algum tipo de socorro.

Esse socorro pode ser em caso de colisões, roubos, problemas mecânicos e até mesmo se perder a chave do seu carro.

Mas sendo assim, qual a diferença entre o serviço prestado pelas associações e as seguradoras?

Nenhum! Os benefícios oferecidos por uma associação de proteção veicular se igualam ao de uma seguradora. A diferença entre elas está na regulamentação e na natureza empresarial.

Uma seguradora tem fins lucrativos, está diretamente ligada a um banco e se compromete a resolver eventuais imprevistos e problemas financeiramente por um custo anual.

As associações não tem fins lucrativos e se compromete com eventuais imprevistos automotivos baseados num sistema de mutualismo, onde o fundo financeiro gerado pelos associados é utilizado para quitar os prejuízos.

É uma diferença sutil mas importantíssima para o entendimento de tudo que envolve uma associação.

Proteção veicular sem burocracia

Protegemos qualquer veículo a um preço justo.

E como funciona a proteção veicular?

A diferença entre uma seguradora e uma associação, como dito anteriormente, é muito sutil. Veja abaixo um exemplo de como cada benefício funciona:

  • Uma seguradora cobra uma valor anual. No benefício, normalmente inclui um uso anual para cada tipo de imprevisto, como acionar o seguro uma vez por colisão, uma vez por pane elétrica e uma vez por roubo anualmente.
  • Já em uma associação, por ser um sistema de rateio de prejuízos mutualista, os benefícios são renovados mensalmente uma vez que o fundo financeiro da associação se mantém em plena manutenção. Além disso, graças a manutenção constante do fundo financeiro e o fato da associação não ser uma empresa de fins lucrativos, os valores envolvidos são evidentemente (e às vezes absurdamente) menores do que os valores cobrados por uma seguradora.

Parece complicado mas não é! Explicando de forma mais detalhada, para a proteção veicular, você adere à associação e paga a sua taxa de adesão e mensalidade, tornando-se um associado. Assim, caso ocorra um sinistro com você ou com algum outro membro naquele mês, o valor será coberto pela associação.

Isso significa que o valor mensal não é fixo?

Sim, mas isso não é algo que tenha que se preocupar. Antes de se associar, pesquise a fundo sobre a história e confiabilidade da associação em questão.

Associações sérias mantém o fundo financeiro robusto para que haja o rateio de prejuízos sem surpresas na mensalidade. Ou seja, pode haver variações na mensalidade, que desde que a associação seja séria, não é significativo.

O atendimento e os serviços oferecidos pelas associações ficam disponíveis 24 horas para o associado, que pode contar também com tecnologias de rastreamento e monitoramento em situações de furto ou roubo nas estradas. Para os casos de reparos nos veículos, as associações disponibilizam uma ampla rede de oficinas credenciadas, com profissionais competentes.

As associações não têm fins lucrativos. Em razão disso, a proteção veicular é bem mais em conta, se comparada ao seguro, e os motoristas terão nela uma boa alternativa para a diminuição dos custos nesse sentido.

Além disso, imaginemos um jovem de 22 anos que busque os serviços de uma seguradora convencional. Ele entrará automaticamente no perfil de risco, tendo em vista a análise de perfil praticada nessas instituições, e pagará bem a mais pelo seguro de seu carro por isso.

Em uma associação, ele pagará o mesmo que o seu tio de 65 anos pagaria. Nas associações, todos são tratados como iguais, podendo contratar os serviços de proteção veicular sob os mesmos termos. Isso se reverte em menor preço final.

Na verdade, o que ocorre é uma única avaliação, a que realmente importa, a do carro do associado. Ano, modelo e versão do veículo serão verificados, além, é claro, da checagem da habilitação do condutor. É em cima disso que o preço é fixado, e só.

 

Como saber quanto pagar para uma associação veicular?

O cálculo do valor da contratação do serviço de proteção veicular é realizado, como mencionamos, observando-se unicamente o valor do veículo, sem levar em conta quaisquer análises de perfil do condutor.

Normalmente, o procedimento para orçar o serviço é feito no próprio site da associação. Você informa os dados acerca do seu veículo, o tipo (carro, moto, van ou caminhão) e outros detalhes, como modelo, ano, se é básico ou completo etc. — o formulário a ser preenchido varia de acordo com a seguradora escolhida.

Preenchendo todas as informações sobre o seu veículo e cadastrando um e-mail pessoal, você receberá o orçamento completo com os custos detalhados da sua adesão ao serviço de proteção veicular.

Você pode fazer o orçamento do seu veículo clicando aqui sem nenhum compromisso.

Na Fácil Auto, também disponibilizamos atendimento via telefone e WhatsApp.

 

Quais são os riscos envolvidos?

Como em qualquer outro serviço, a contratação de proteção veicular exige cuidados com pesquisa e avaliação sobre a idoneidade da instituição.

Mas, fora isso, os riscos com a contratação da proteção veicular são semelhantes aos que se têm com os seguros. Há relatos de proteção veicular que se queixaram do conserto de seus veículos depois de acidentes ou de atraso no pagamento em caso de roubo — reclamações que também são encontradas aos montes quando se pesquisa por relatos de clientes de seguradoras tradicionais. Portanto, a quantidade de riscos envolvidos depende da seriedade da instituição escolhida pelo consumidor.

De modo geral, existem mais vantagens do que desvantagens em se associar do que contratar uma seguradora, considerando que a associação em questão seja séria e honesta com seus associados.

Não vale a pena pagar muito mais caro para dispor de menos benefícios, ter mais trabalho e um atendimento pior, apenas para ficar com uma opção de serviço mais convencional como o seguro veicular.

A Fácil Auto protege seus associados em caso de roubo, furto, colisão, incêndio ou acidente, além de oferecer benefícios diversos, como assistência 24 horas com guincho e rastreador e muito mais.

Quer conhecer mais sobre nossos serviços de proteção veicular? Entre em contato agora mesmo com a gente.

Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Como minimizar o desgaste do veículo com 6 passos

Alguns descuidos ou hábitos na direção podem causar problemas nos veículos e resultar em gastos consideráveis.
Existem práticas que podem prolongar a vida útil dos componentes do seu carro e te ajudar a evitar dores de cabeça. Quer saber quais são elas? Então, continue a leitura pra conferir 6 passos de como minimizar o desgaste do veículo!

Leia mais >

6 dicas de segurança no trânsito para evitar acidentes

Se você trabalha com aplicativos para motoristas, sabe bem o que é ficar o dia todo no trânsito. A tarefa está longe de ser uma das mais fáceis e, para ser bem-sucedido, exige atenção máxima. Em se tratando de direção e trânsito, qualquer deslize pode acabar em acidente — algo que ninguém quer!
Pensando nisso, levantamos aqui algumas dicas de segurança no trânsito que podem tornar essa tarefa um pouco mais fácil. Ficou curioso? Então não deixe de ler o post até o final!

Leia mais >

Como calcular consumo de combustível do seu automóvel?

Um dos maiores gastos de quem utiliza o carro diariamente é a gasolina. No entanto, entender como calcular consumo de combustível, ou seja, saber mais sobre os gastos do combustível não é uma tarefa muito fácil.
Não sabe por onde começar? Então fique ligado neste passo a passo prático, que você pode aplicar imediatamente, entende como calcular consumo de combustível.

Leia mais >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por e-mail. São conteúdos semanais com muita informação relevante para você.

Guia prático de manutenção do veículo: cuidados básicos

Este material auxilia você que não entende muito de mecânica mas se preocupa em manter em bom estado o seu veículo.

Alguns cuidados simples são necessários para isso.

Neste guia você encontra o passo a passo descomplicado e direto para garantir o funcionamento do seu automóvel.

Preencha os dados ao lado e aproveite!

logo facil auto

O Guia será encaminhado para o seu e-mail.
Não enviaremos spam e não utilizaremos ou divulgaremos seu e-mail para outros fins.

Converse com um especialista