Como minimizar o desgaste do veículo com 6 passos

Alguns descuidos ou hábitos na direção podem causar problemas nos veículos e resultar em gastos consideráveis.

Existem práticas que podem prolongar a vida útil dos componentes do seu carro e te ajudar a evitar dores de cabeça. Quer saber quais são elas?

Então, continue a leitura pra conferir 6 passos de como minimizar o desgaste do veículo!

1. Pneus calibrados

Se você é uma daquelas pessoas que sempre enrolam para calibrar os pneus, temos dois motivos convincentes para mudar essa atitude: pneus descalibrados danificam as peças, e ainda produzem um gasto muito maior com o combustível.

Calibrar os pneus é uma tarefa bem simples! Basta digitar o calibre certo na bomba de ar, tirar a tampa da válvula, encaixar a mangueira e aguardar o sinal do aparelho indicando a finalização do procedimento.

Para saber a pressão correta, é necessário consultar no manual do veículo ou procurar um adesivo com essa informação, que, geralmente, fica localizado na porta do motorista.

Uma dica valiosa é:

Os pneus precisam estar frios quando for calibrar, certo? Isso porque percorrer grandes distâncias antes aumenta a pressão interna com a alta temperatura, influenciando na eficiência da calibragem. Portanto, rode no máximo 2 km até o local.

2. Manutenção preventiva

Muitos problemas de desgaste do veículo podem ser evitados com a manutenção preventiva, inclusive para escapar de ficar sem seu carro por algum período por falhas que poderiam ter sido identificadas antes de acontecer. 

As revisões normalmente são recomendadas a cada 10 mil km rodados, mas isso depende de cada carro. Por isso, dê uma olhada no manual do seu pra conferir! Abaixo, segue um checklist dos principais itens que devem ser verificados ou trocados na manutenção preventiva:

  • Troca do fluído de freio;
  • Troca de óleo;
  • Troca do filtro de ar;
  • Limpeza no sistema de arrefecimento;
  • Alinhamento e balanceamento dos pneus;
  • Substituição das velas;
  • Verificação das correias do motor;
  • Verificação de palhetas e limpadores do para-brisa.

3. Trocar as marchas corretamente

Trocar a marcha no momento errado, além de consumir mais combustível , desempenho do carro e a vida útil de todo o sistema também são afetados. A seguir, mostramos como e quando trocá-la corretamente, veja:

  • Primeira marcha: utilizada apenas para iniciar o movimento do carro;
  • Segunda marcha: usada para fazer a troca rápida com o veículo entre 10 km/h e 20 km/h. Atenção: não arranque com essa marcha, pois prejudica o motor;
  • Terceira marcha: deve ser engatada entre 30 km/h a 40 km/h. Não deixe passar muito dessa velocidade;
  • Quarta marcha: acima dos 40 km/h ou no máximo 50 km/h, é hora de passar para a quarta marcha;
  • Quinta marcha: a velocidade para essa marcha depende se você está em estrada ou rodovia. Geralmente na estrada, é possível usar a quarta marcha em uma velocidade mais alta, antes de passar para a quinta.

Vale ressaltar que essas são informações gerais e o momento certo de trocar as marchas pode variar de acordo com o veículo.

Proteção veicular sem burocracia

Protegemos qualquer veículo a um preço justo.

4. Não colocar tanto peso no carro

Quanto mais peso o carro carrega, mais esforço ele precisará fazer para o motor funcionar. Sendo assim, o gasto com gasolina e o desgaste com o veículo, como com os pneus, por exemplo, podem ser muito maiores. Nas zonas urbanas, onde as arrancadas mais bruscas são necessárias isso é ainda mais acentuado.

A cada 100 quilos a mais de peso, o carro pode consumir até 1 litro a mais, a cada 100 km rodados. Pensando assim parece muito pouco, não é mesmo? Mas, fazendo as contas de um longo período consumindo essa quantidade a mais de combustível, pode fazer uma grande diferença.

5. Dirigir em velocidades moderadas

Sabemos que, nessa profissão, o velho ditado que diz que “tempo é dinheiro” faz muito sentido. Por isso, muitos motoristas vivem correndo com seus carros. O problema é que as altas velocidades acarretam maior atrito entre as partes móveis do veículo e, como consequência, gera um desgaste maior nas peças do motor, especialmente na suspensão, componente que pode ter um preço elevado pra consertar ou trocar.

Além disso, as altas velocidades fazem com que os motoristas façam várias frenagens bruscas durante as viagens. Depois de um tempo, o uso exagerado do freio pode comprometer todo o sistema, como as pastilhas e as lonas.

6. Abastecer em postos de procedência

Se tem uma coisa que gera dor de cabeça nos motoristas é quando falamos em combustível. Isso porque os preços estão nas alturas, e ainda é necessário lidar com a possibilidade de pagar por produtos adulterados — normalmente com querosene e água —, comprometendo o motor do veículo e aumentando o consumo de maneira considerável.

A melhor forma de evitar esse risco é abastecer nos grandes postos, que tenham selos visíveis nas bombas do Inmetro e da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Fique sempre de olho!

 

Viu como não é tão difícil evitar o desgaste do veículo? Além de economizar, você garante também mais segurança!

Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram

Como minimizar o desgaste do veículo com 6 passos

Alguns descuidos ou hábitos na direção podem causar problemas nos veículos e resultar em gastos consideráveis.
Existem práticas que podem prolongar a vida útil dos componentes do seu carro e te ajudar a evitar dores de cabeça. Quer saber quais são elas? Então, continue a leitura pra conferir 6 passos de como minimizar o desgaste do veículo!

Leia mais >

6 dicas de segurança no trânsito para evitar acidentes

Se você trabalha com aplicativos para motoristas, sabe bem o que é ficar o dia todo no trânsito. A tarefa está longe de ser uma das mais fáceis e, para ser bem-sucedido, exige atenção máxima. Em se tratando de direção e trânsito, qualquer deslize pode acabar em acidente — algo que ninguém quer!
Pensando nisso, levantamos aqui algumas dicas de segurança no trânsito que podem tornar essa tarefa um pouco mais fácil. Ficou curioso? Então não deixe de ler o post até o final!

Leia mais >

Como calcular consumo de combustível do seu automóvel?

Um dos maiores gastos de quem utiliza o carro diariamente é a gasolina. No entanto, entender como calcular consumo de combustível, ou seja, saber mais sobre os gastos do combustível não é uma tarefa muito fácil.
Não sabe por onde começar? Então fique ligado neste passo a passo prático, que você pode aplicar imediatamente, entende como calcular consumo de combustível.

Leia mais >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por e-mail. São conteúdos semanais com muita informação relevante para você.

Guia prático de manutenção do veículo: cuidados básicos

Este material auxilia você que não entende muito de mecânica mas se preocupa em manter em bom estado o seu veículo.

Alguns cuidados simples são necessários para isso.

Neste guia você encontra o passo a passo descomplicado e direto para garantir o funcionamento do seu automóvel.

Preencha os dados ao lado e aproveite!

logo facil auto

O Guia será encaminhado para o seu e-mail.
Não enviaremos spam e não utilizaremos ou divulgaremos seu e-mail para outros fins.

Converse com um especialista