7 Sinais de que há algo errado com o seu veículo.

Da mesma forma que o nosso corpo apresenta sintomas quando começamos a ficar doentes, o carro, quando começa a ter problemas, dá “dicas” de que algo não está funcionando como deveria. É como se ele tentasse se comunicar com você.

Para ajudá-lo a interpretar a linguagem do veículo, listamos sete importantes sinais que não podem ser desprezados.

Acompanhe no artigo!

1- Amortecedor

O amortecedor é uma das peças mais importantes do carro no que diz respeito à dinâmica de rodagem. Os problemas na suspensão comprometem o desempenho do veículo, reduzem sua vida útil e fazem com que o condutor e os passageiros sintam os impactos dos buracos de ruas. Além disso, o carro fica com a aderência prejudicada e, consequentemente, mais exposto a acidentes no trânsito.

Mas existe uma quilometragem exata para manutenção do sistema de suspensão?

Uma quilometragem média são 40.000 Km rodados, no entanto, não devemos tomar esse valor como regra. A saúde da suspensão varia de acordo com o cuidado do condutor e com a qualidade das vias em que circula. Mas estes não são os únicos parâmetros.

Por isso fique atento a alguns sinais como:

  • Barulhos fortes
  • Instabilidade na direção
  • Pneus com desgaste acentuado
  • Vazamentos
  • Rodas sem contato adequado
  • Molas danificadas
  • Rachaduras no monobloco

2 – Aquecimento do Motor

Muitos carros trazem mostrador de temperatura no painel: se o ponteiro sair da faixa de normalidade (90º a 100º) e atingir o vermelho, é sinal de que o motor está mais aquecido do que deveria. Há carros com relógio de temperatura, que facilitam essa identificação, e outros que simplesmente acendem um símbolo no painel. O último sinal é o mais extremo: o motorista vê o vapor saindo do capô.

Se o seu motor superaquecer, o primeiro passo é parar o carro imediatamente. Se o motorista insistir em rodar nessas condições, o motor sofrerá danos maiores, como queima na junta do cabeçote e até um empenamento irreversível dos pistões. Depois de parar, o dono do veículo deve ter paciência e esperar pelo menos 40 minutos para verificar o nível de água do radiador, já que a causa mais comum do superaquecimento do motor é o vazamento de água. Se a tampa for aberta antes disso, o condutor corre grandes riscos de sofrer queimaduras.

Caso o nível de água esteja baixo, o motorista deve completar a água com o motor ligado, em marcha lenta, para evitar a ocorrência de um choque térmico. Mesmo que o dono do veículo complete o radiador e não perceba mais sinais de vazamento, é preciso procurar uma oficina o mais rápido possível para desvendar o problema. Depois, a água do sistema deverá ser substituída com o líquido adequado, que ajuda a evitar o superaquecimento.

Os vazamentos de água podem ter diversas origens, como uma mangueira estourada ou um radiador furado, por exemplo. Além dos vazamentos, o motor pode superaquecer devido a problemas nas ventoinhas elétricas do radiador, relês ou fusíveis queimados. Há ainda os defeitos na válvula termostática e bomba d’água.

3 – Bateria do carro

Problemas com a bateria automotiva são extremamente comuns e ocorrem com certa frequência nas mais diversas situações. A bateria é um componente do carro que possui vital importância para seu funcionamento – afinal, sem ela, o carro sequer é capaz de dar partida.

Os problemas mais comuns relativos à bateria são geralmente relacionados à má conexão dos cabos da bateria ou ao desgaste de seus componentes.

Você deve averiguar se:

  • O motor não liga ao girar a chave;
  • A bateria descarrega com facilidade;
  • Cheiro forte;
  • Baixo desempenho do motor de arranque.

Proteção veicular sem burocracia

Protegemos qualquer veículo a um preço justo.

4 – Câmbio do Carro

O câmbio é parte fundamental do conjunto mecânico de um carro. Ele funciona como um multiplicador de força do motor. É a partir da transmissão que as rodas do veículo se movem, com a distribuição de potência e torque de acordo com a necessidade. Com isso, o desgaste torna-se algo natural, o que exige mais cuidados.

O próprio carro costuma dar indícios de que está na hora de procurar uma oficina. Para não ter prejuízos maiores, é bom ficar atento aos sinais do desgaste da transmissão.

  • As marchas não encaixam
  • Cheiro de queimado
  • Ruídos em ponto morto
  • A alavanca desencaixa
  • Engates com atrito
  • Vazamentos
  • Indicador no painel
  • Tremedeira

5 – Embreagem

A embreagem é um conjunto mecânico que tem por objetivo interromper a rotação do motor que é transmitida ao câmbio, assim, com o câmbio parado (ou quase parado), o motorista consegue fazer a mudança das engrenagens sem que elas se atritem, evitando aquele famoso ruído “clrahss”.

Os sinais que exigem atenção são:

  • Quando você faz a troca de marchas e, mesmo pisando fundo no pedal da embreagem, ouve aquele ruído de ferro com ferro;
  • Você pisa no pedal da embreagem e ele está pesado, duro;
  • Se o carro anda apenas com o pedal muito “aqui em cima”, quando se está quase tirando o pé, é sinal de que desgaste é grande;
  • Quando o veículo se movimenta com o pedal muito próximo do assoalho;
  • Trepidação ao mudar de marcha;
  • Se o carro perder força mas perceber uma alta rotação do motor.

6 – Injeção Eletrônica

De uma hora para outra seu carro começa a gastar mais combustível e a apresentar queda de rendimento. Cuidado. O problema pode estar no “coração” do motor, a injeção eletrônica. Responsável por enviar o combustível à câmara de explosão do propulsor, o sistema precisa passar por vistorias e limpezas periódicas. Isso porque, mesmo que o combustível seja de boa qualidade, ele sempre acaba deixando resíduos de sujeira nos bicos injetores, seja devido à queima da gasolina/álcool ou até mesmo por impurezas que se acumulam no interior dos componentes.

Há alguns sinais que podem indicar problemas na injeção do motor: 

Os sintomas mais comuns são dificuldade de fazer o carro pegar quando está frio, falhas durante o funcionamento, queda de rendimento e o aumento do consumo de combustível. Em alguns carros, mas não todos, existe uma luz no painel que acende quando há algum problema. O segredo é observar.

7 – Problemas Por Motivo de Combustível Adulterado

Com a recente alta do combustível, muitos motoristas escolhem por locais mais baratos para abastecer os seus carros, mesmo sem conhecer a procedência do estabelecimento em questão. Porém, essa pequena economia pode significar um grande prejuízo no futuro, caso o álcool ou a gasolina utilizada tenha sofrido adulteração. Conheça alguns dos sinais apresentados pelo veículo quando há algo de errado com o combustível.

  • Falhas na partida;
  • Aumento do consumo de combustível;
  • Perda repentina de potência, barulhos incomuns no motor e falhas no escapamento
  • As impurezas do líquido podem causar danos ao filtro de combustível, velas e bombas do motor, resultando em um grande prejuízo financeiro para o motorista.

Por mais cuidado que se tenha ao utilizar um veículo, este sempre sofrerá desgaste ao longo do tempo. O manual do veículo indica a periodicidade para a verificação de diversos itens. Alguns devem ser checados no mínimo semanalmente, e no caso de veículos de carga e passageiros, diariamente.

Abaixo, temos alguns exemplos que podem ser verificados pelo próprio motorista:

  • Nível da água do radiador;
  • Nível de óleo do motor;
  • Nível de óleo de freio;
  • Pressão e estado dos pneus;
  • Funcionamento de faróis e lanternas;

Por outro lado, além de tomar todos os cuidados com a manutenção do seu carro, para você dirigir ainda mais tranquilo, não deixe fazer a Proteção Veicular.

Esta é uma modalidade mais em conta financeiramente, menos burocrática e trás excelentes benefícios para associados.

Conheça mais sobre a Fácil Auto Proteção Veicular e garanta os melhores benefícios para você e seu veículo.

Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Como minimizar o desgaste do veículo com 6 passos

Alguns descuidos ou hábitos na direção podem causar problemas nos veículos e resultar em gastos consideráveis.
Existem práticas que podem prolongar a vida útil dos componentes do seu carro e te ajudar a evitar dores de cabeça. Quer saber quais são elas? Então, continue a leitura pra conferir 6 passos de como minimizar o desgaste do veículo!

Leia mais >

6 dicas de segurança no trânsito para evitar acidentes

Se você trabalha com aplicativos para motoristas, sabe bem o que é ficar o dia todo no trânsito. A tarefa está longe de ser uma das mais fáceis e, para ser bem-sucedido, exige atenção máxima. Em se tratando de direção e trânsito, qualquer deslize pode acabar em acidente — algo que ninguém quer!
Pensando nisso, levantamos aqui algumas dicas de segurança no trânsito que podem tornar essa tarefa um pouco mais fácil. Ficou curioso? Então não deixe de ler o post até o final!

Leia mais >

Como calcular consumo de combustível do seu automóvel?

Um dos maiores gastos de quem utiliza o carro diariamente é a gasolina. No entanto, entender como calcular consumo de combustível, ou seja, saber mais sobre os gastos do combustível não é uma tarefa muito fácil.
Não sabe por onde começar? Então fique ligado neste passo a passo prático, que você pode aplicar imediatamente, entende como calcular consumo de combustível.

Leia mais >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por e-mail. São conteúdos semanais com muita informação relevante para você.

Guia prático de manutenção do veículo: cuidados básicos

Este material auxilia você que não entende muito de mecânica mas se preocupa em manter em bom estado o seu veículo.

Alguns cuidados simples são necessários para isso.

Neste guia você encontra o passo a passo descomplicado e direto para garantir o funcionamento do seu automóvel.

Preencha os dados ao lado e aproveite!

logo facil auto

O Guia será encaminhado para o seu e-mail.
Não enviaremos spam e não utilizaremos ou divulgaremos seu e-mail para outros fins.

Converse com um especialista